CNJ coloca o Tribunal de Justiça do RN entre os três piores em julgamento de processos de improbidade administrativa

CNJ coloca TJRN entre os três piores O desempenho do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJRN) no julgamento de processos de improbidade administrativa e crimes contra a administração, está entre os três piores do Brasil, junto com os estados da Bahia e Piauí. Os dados foram divulgados pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) através do Relatório da Meta 18, que tem como objetivo identificar e julgar, até 31 de dezembro deste ano, as ações de improbidade e ações penais relacionadas a crimes contra a administração pública, distribuídos até 31 de dezembro de 2011. Os números de processos não julgados pelo TJRN podem ser ainda maiores. Visto que, o próprio Poder Judiciário não sabe informar quantos processos com os perfis de classificação acima citados, não foram apreciados por um magistrado. O juiz auxiliar da Presidência da Corte potiguar, Fábio Filgueira, afirma que os números expostos pelo CNJ não refletem a realidade do TJRN por não contemplarem o julgamento de processos de Segunda Instância e dos Juizados Especiais. Necessário esclarecer, porém, que os Juizados Especiais não julgam crimes de improbidade administrativa.

Em alguns casos, os Juizados Especiais julgam processos de crime contra a administração pública. No Sergipe, por exemplo, que também só informou dados relativos aos processos em tramitação no 1º Grau, o índice de julgamento de Crimes Contra a Administração foi de 112,98%, com um número superior de processos distribuídos que foi de 647 contra 558 do estado potiguar, que julgou 67 procedimentos. “Hoje, o número que eu lhe apresentar não irá refletir a realidade atual. O RN não está conseguindo fazer a atualização dos dados. Nós temos um Departamento de Informática com uma estrutura pequena”, assevera o juiz. No que tange aos Crimes de Improbidade Administrativa, o Tribunal de Justiça do Pará, por exemplo, distribuiu 1.132 processo também na Primeira Entrância. A Corte paraense julgou 271 procedimentos de improbidade. No Rio Grande do Norte, dos 1.925 processos encaminhados a algum magistrado, 200 tiveram sentença proferida. Em relação aos Crimes de Improbidade Administrativa e Contra a Administração, o TJ do Sergipe, também no 1º Grau, julgou 829 dos 902 processos distribuídos. A Corte potiguar sentenciou 267 dos 2.483 procedimentos distribuídos.

Da Tribuna do Norte

O post CNJ coloca o Tribunal de Justiça do RN entre os três piores em julgamento de processos de improbidade administrativa apareceu primeiro em Blog do BG.

via Blog do BG http://blogdobg.com.br/cnj-coloca-o-tribunal-de-justica-do-rn-entre-os-tres-piores-em-julgamento-de-processos-de-improbidade-administrativa/

Anúncios
Marcado com:
Publicado em Uncategorized / Diversos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: